Ler Scans e Quadrinhos Digitais.


A intenção deste artigo não é fazer uma profunda reflexão sobre o valor moral ou ético da leitura de quadrinhos digitais ou scans, primeiramente por que acredito que esta já seja uma etapa superada e pela sua vivência, compreendida amplamente, ainda que possa ser discutida e desenvolvida.
Minha intenção aqui é dar uma visão simples e rápida de quem nunca experimentou ler quadrinhos digitais e quer se aventurar a fazê-lo.



Qual a diferença entre Quadrinhos Digitais e 
"SCANS" e o que são?


Para entender num primeiro momento do que falamos tenha em mente que a necessidade de expansão do conhecimento e um resgate histórico de conteúdo fez com que no mundo todo as pessoas começassem a se utilizar de "scanners" para tornar o que era físico em digital. Um Scanner é um aparelho de leitura ótica que permite converter imagens, fotos, ilustrações e textos em papel, num formato digital que pode ser manipulado em computador. E assim transformando o que era mídia impressa em arquivos de formato digital para uso próprio, troca e divulgação. Estes arquivos podem ser lidos em Computadores, Tablets, Kindles, Celulares, etc.


Os arquivos consistem principalmente de uma série de arquivos de imagem, geralmente arquivos em PNG (compressão sem perda de qualidade) ou JPEG (com perda de qualidade), armazenados como um único arquivo, as principais extensõess são .CBR (RAR) e .CBZ (ZIP), também podem ser armazenados no formato PDF, formato utilizado em livros digitais. Uma pequena diferença que muitos pesquisadores não citam e que observo aqui é que quando falamos em SCANS podemos nos referir a livros, revistas, jornais e quaisquer mídias que foram digitalizadas e transformadas em arquivos para leitura digital, não só revistas em quadrinhos.



ALGUMAS CERTEZAS...

O formato digital teve ampla e imediata aceitação por parte das pessoas pela comodidade, rapidez de acesso a informação e disseminação do conhecimento, imagine por exemplo estudantes de direito acostumados a ter de carregar verdadeiros compêndios em suas bolsas, de repente puderam ter todo aquele conteúdo à disposição em seus celulares, Lap Tops e computadores.

A disseminação dos Scans não impediu nem fez com que as pessoas parassem de consumir o material impresso, apenas que as editoras e publicadores de conteúdo tiveram que repensar e adaptar sua forma de administrar seus negócios, a exemplo da indústria musical. O preço de Cds e publicações oferecidos pelas empresas  também teve que ser repensado com o advento da evolução digital o que beneficiou em última estância os consumidores. As empresas tiveram que repensar sua maneira de tratar o consumidor quando viram uma queda em seus lucros, o que fez com que fizessem campanhas severas contra a Pirataria.

E a Pirataria como fica?

Ainda hoje há um enorme debate sobre a ilegalidade de se reproduzir material sem a permissão dos autores, isso é algo que pessoalmente também concordo e que me atinge também já que sou quadrinista e ilustrador. E eu também possuo este blog para divulgar material digital e procuro agir conforme minha ótica da coisa ou seja, o que disponibilizo é material fora de circulação, de resgate histórico e que se não fosse o meio digital nunca seriam republicados ou ficariam longe do acesso do publico. É razoavelmente possível que ambos estes universos convivam juntos e em harmonia!
A moral da reprodução digital desse material é também um exercício para nos fazer crescer e tentar definir até onde vai a tênue linha entre a legal e o ilegal e esse debate exige que estejamos abertos a ouvir todos os lados já que a realidade dos Scans veio para ficar e então, como iremos lidar com ela, sempre respeitando todas as visões sobre o tema.

Na verdade o que se observou é que ao contrário do que se poderia imaginar a leitura do formato digital fomentou ainda mais o mercado editorial e fez com que o publico tivesse acesso a uma gama maior de produtos, levando a aumentar também sua gama de interesses e consumo!

Agora que entendi, como faço para ler no formato digital?


Bem, primeiramente será necessário que você possua além de um leitor de PDF em seu computador, também um outro leitor para de arquivos CBR e CBZ que são os formatos em que voc|ê encontra este tipo de material para leitura em nossas mídias digitais além é claro do programinha Winrar que descompacta o arquivo que você fará download em seu computador, tablet,etc.

Na página inicial de nosso Blog, na barra lateral à esquerda já disponibilizamos dois tipos de arquivos para você poder baixar com segurança que são o Comic Rack e o CDdisplay clique neles baixe e descompacte os arquivos:


Caso você não possua em seu computador o Winrar para descompactar os aquivos pode baixar AQUI!
Ao baixar os arquivos é só descompactá-los e ao clicar neles automaticamente o seu aparelho irá buscar um dos apps que você baixou para abrir o arquivo para que você possa ler!

Onde acho Sites e Blogs bacanas para baixar minhas HQ´s?

Além é claro do nosso S.C.A.N.S, você pode baixar seus arquivos nos seguintes locais:

Onomatopéia Digitalhttp://aspasnoir.blogspot.com.br/

É isso aí boa leitura!!! Deixe sua opinião sobre sua experiência com quadrinhos digitais e Scans!




por: Ed Oliver 






Postar um comentário